HQ Brasileira perde o Mestre Eugenio Colonnese

https://i0.wp.com/i124.photobucket.com/albums/p9/zine_brasil/zine_brasil001/anuncio-CanalZB-2015.jpg

 

É com extrema tristeza que recebi (enviada por Marcio Baraldi) e noticio o falecimento de um dos grandes mestres da HQ Brasileira, o artista Eugenio Colennese; o artista, que estava hospitalizado

desde Junho deste ano após sofrer um AVC, tinha mostrado melhoras e já estava na expectativa de receber alto do hospital, chegando até a receber visitas e telefonemas de vários amigos e colegas de profissão. Porém uma séries de outros problemas de saúde apareceram neste período; Primeiro sua perna direita sofreu uma trombose, gangrenou e precisou ser amputada. Logo em seguida o artista foi vitima de infecções pulmonares, deixando-o extremamente debilitado. Dessa forma a solução para o artista não sofrer foi induzi-lo ao coma e alimentá-lo via tubos, visando uma melhora de seu organismo. O artista passou quase dois meses inconsciente, até que infelizmente para nós como fãs e para sua família, seu organismo, deteriorado pelo uso constante de cigarros, estava comprometido demais para se recuperar.

 

O Criador da vampira Mirza, Morto do Pântano, Mylar, o Caçador e Pele de Cobra; também se destacou nas áreas de publicidade, seus trabalhos mais conhecidos foram HQs institucionais do Instituto Universal Brasileiro, (foi onde conheci os primeiros trabalhos deste artista, ainda durante minha infância) assim como no cinema – com a criação de diversos cartazes para divulgação de filmes. Vencedor de diversos prêmios, entre eles os troféus Angelo Agostini e HQ Mix, na categoria Mestre do Quadrinho Brasileiro, Eugênio Colonnese faleceu hoje, as 5:00 horas da manhã, em São Bernardo, no ABC paulista morreu dormindo e não sofreu. Ele faria 79 anos no dia 3 de setembro.

 

O artista que nasceu na Itália, e mudou-se para o Brasil em julho de 1969, estará sendo velado

hoje a partir das 14 horas no Cemitério de Vila Assunção, situado na Avenida da Saudade, s/numero próximo ao Largo do Ipiranguinha. Fone: (11)4436-2969, em Santo Andre, cidade que Colonnese adotou como sendo sua, ao mudar-se para o Brasil, o enterro será amanha no mesmo local, as 10 da manha.  

 

 

Que este grande artistas esteja na santa paz do Senhor, descansando em suas seguras mãos, e quem sabe, fazendo muita arte.

Sentiremos Saudades. 

 

Anúncios

3 comentários sobre “HQ Brasileira perde o Mestre Eugenio Colonnese

  1. Realmente, uma enorme perda! Acompanhei uma boa parte do seu trabalho. Tenho várias HQ de terror e faroeste, inclusive a que ele fez com a personagem “Beto Carreiro”. Outro grande trabalho foi feito para a EBAL, em data comemorativa de sua fundação, para quem fez inúmeros quadrinhos e capas.

  2. É verdade Valcir, é um fato lamentável, ainda mais sabendo que depois de tudo que o Colonnese fez pela hq brazuca, ainda assim, nosso mercado não deu o valor merecido ao mesmo. Abração e obrigada mais uma vez por sua visita.

  3. É duro. No dia que eu soube que ele estava hospitalizado, tratei de ligar (do trabalho mesmo) e saber o estado de saúde. Falei primeiro com a filhda dele e depois com o próprio Eugenio Collonese. Quão tão emocionado fiquei daquele momento. E quão tão triste estou com essa notícia. Assim como muitos, conheci o trabalho de Collonese através do livro de História dos Meus irmão mais velhos. Jamais imaginei, um dia, falar com mestre. E, hoje, lamentar a morte de um artista ímpar.
    Que esteja bem guardado por Deus. Amém!

Os comentários estão desativados.