Educação: Questões Ambientais em Tirinhas

Por Release.

 

A Livraria da Física inicia 2008 com o lançamento de publicações relacionadas à ecologia como “Questões Ambientais em Tirinhas” que traz uma coletânea de  quadrinhos produzidos por estudantes da periferia do Rio de Janeiro.

“A criatividade, o humor e a concepção de cenários em tempos diversos revelam a profundidade com que essas questões foram trabalhadas e reprocessadas neste incrível conjunto de representações”, Márcia Chame da Escola Nacional de Saúde Pública – FioCruz

 

Os assuntos relacionados à preservação do meio ambiente têm sido tratados em congressos e outros eventos que buscam apresentar soluções aos problemas anunciados. Como se trata de algo que afetará diretamente o futuro do planeta, é fundamental estimular um despertar ecológico entre crianças e jovens. Nesse sentido, a publicação “Questões Ambientais em Tirinhas” está plenamente sintonizada ao seu tempo.

 

“Organizar o material não foi um desafio, o verdadeiro desafio está, em primeiro lugar, atrair as crianças e os jovens e, em segundo lugar, criar condições para que eles permaneçam no projeto”, comenta o físico, Francisco Caruso, que em parceria com a pedagoga Cristina Silveira, trabalhou nesse projeto cativante e propositivo. O livro traz uma coletânea de quadrinhos produzidos por estudantes da periferia do Rio de Janeiro. “A idéia de organizar este livro começou com uma espécie de sentimento de dívida com esses jovens. Já havíamos feito alguns calendários com as tirinhas deles, mas, no fundo, eles tinham vontade de ver o material, por eles produzidos, divulgado também em uma publicação. Vejo este livro como um merecido reconhecimento à criatividade, à perseverança, à dedicação, à sensibilidade artística, enfim ao talento desses jovens e a afirmação de que vale muito a pena acreditar que, em qualquer ambiente, você pode encontrar pessoas que querem aprender. Só que nossos alunos foram além: eles quiseram também ensinar. Como ‘tradutores’, eles entenderam conceitos ligados a várias áreas da ciência e foram capazes de apresentá-los com os quadrinhos, geralmente, numa forma muito bem humorada”, diz Caruso.

 

O intercâmbio entre educação e o universo das HQs se apresenta como uma ferramenta auxiliar e inovadora para melhoria do nível de educação em ciências no país. Segundo o relatório da Organização para Desenvolvimento Econômico – OCDE, divulgado em 2007, o Brasil está entre os piores nesse quesito, dentre os 57 países listados no estudo, ficou na frente apenas da Colômbia, Tunísia, Azerbaijão, Catar e Quirguistão.     

 

De um ponto de vista mais amplo, as HQ falam aos alunos através de uma manifestação artística, por meio de imagens articuladas com o texto. Em uma sociedade eminentemente visual, os quadrinhos não devem ser desprezados como mais uma mídia a favor da educação. Por outro lado, as HQ não são mais vistas como vilãs por boa parte dos professores e dos pedagogos, como ocorria no passado. A capacidade que elas têm de atrair o leitor jovem está fazendo com que os educadores aproveitem cada vez mais esse instrumento, pois sua utilização vai ao encontro do que é apontado na Lei de Diretrizes e Bases. Por exemplo, a valorização de situações do cotidiano e da vivência das crianças e dos jovens. Tornar o ensino mais lúdico, menos árido, mais atraente, este é o grande desafio. Os quadrinhos e as tirinhas podem ser importante instrumento capaz de motivar o aluno para a leitura e para os estudos. Elas ensinam o aluno a construir uma narrativa, imaginando e criando o que está subentendido entre um quadrinho e outro na seqüência da história. Contribuem, portanto, para o desenvolvimento da própria linguagem, da criatividade e de conceitos como o de causalidade”, ressalta Caruso.

Caso antigo

 

A relação de Caruso com os quadrinhos vem da infância. “Quando criança gostava de ler e de trocar gibis. Meu projeto de começar a trabalhar com os quadrinhos, para tornar os conceitos da Física mais acessíveis, teve origem no Programa de Vocação Científica do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas – CBPF, quando entrevistei Luisa Daou, aluna interessada em participar do programa que estava aprendendo a fazer quadrinhos com um professor de desenho. Já há algum tempo tinha o esboço do projeto na cabeça e Luisa era quem faltava. O projeto começou com a Física e a Luisa era aluna de uma boa escola particular. Como o projeto deu certo, resolvi experimentá-lo com alunos de escolas públicas da periferia e alargar o horizonte, incluindo outras áreas curriculares, como Matemática, Química, Biologia e outras, como prevenção de uso de drogas, educação para o trânsito, paleontologia e entre outros o meio Ambiente. Criei, com a Cristina Silveira, a Oficina de Educação através de Histórias em Quadrinhos e Tirinhas – Eduhq, cuja sede é na Universidade Estadual do Rio de Janeiro – Uerj. Pesquisadores e professores de várias áreas, além dos alunos, passaram pela Eduhq nos seus quase seis anos de existência. Já produzimos até hoje 710 tirinhas em muitas áreas e estamos, continuamente, alargando as perspectivas da Oficina, compartilhando nossa experiência em vários espaços”. Para saber mais sobre esse projeto acesse www.cbpf.br/eduhq.

  

Mais sobre os organizadores

 

Francisco Caruso, 48 anos – físico, mas há muito tempo se dedica também à divulgação científica e à educação. Graduado na Universidade Estadual do Rio de Janeiro – Uerj, mestrado no CBPF e doutorado em Turim, Itália. Atualmente, é pesquisador titular do CBPF e professor adjunto do Instituto de Física da Uerj.

Cristina Silveira, 37 anos, pedagoga, especialista em dificuldade de aprendizagem. Atualmente, é professora do Estado e da Secretaria de Educação de Caxias.

 

Mais sobre a editora

Fundada em março de 1989, a Livraria da Física se estabeleceu como uma referência na venda de livros didáticos, paradidáticos e dos mais variados assuntos ligados às ciências.

 

Hoje a editora, Livraria da Física, tem no portifólio mais de 80 livros publicados e é também reconhecida como uma das mais importantes livrarias científicas do país, contando com o serviço de tele-vendas e a livraria virtual.

Site: www.livrariadafisica.com.br

 

Serviço

 

Questões Ambientais em Tirinhas

Francisco Caruso
Cristina Silveira
Editora Livraria da Física
Brochura
Formato
128 páginas
R$ 39,00
ISBN
9788588325852

 

Assessoria de Imprensa

Para mais informações:

Fábio Siqueira
Assessor de Imprensa
www.aparabolica.com.br
55 11 6978.3858
55 11 6976.4055