Literatura: Lançamento do Álbum Dom Quixote de Bira Dantas, na Livraria HQ Mix.

Por Michelle Ramos.

 

No dia 20 de dezembro na HQ Mix livraria (Praça Roosevelt, nº 142. Centro – São Paulo – SP) o cartunista Bira Dantas estará lançando o álbum Dom Quixote pela Escala Educacional, faz parte da série Literatura Mundial em Quadrinhos; a história, baseada no original escritor pelo Miguel Cervantes, tem roteiro e arte de Bira Dantas; a obra tem um total de 88 paginas e esta custando R$: 23,90.

 

Por e-mail Bira de forma bem descontraída ainda comenta como foi o processo de criação da HQ, que você pode ler abaixo:

 

“Li a obra integral em março de 2007, comecei a preparar o roteiro em maio ao mesmo tempo em que fazia o estudo de personagens, de roupas, arquitetura e cenários. A pintura seria toda em aquarela.

Originalmente teria 120 páginas. Em junho a minha idéia era publicar em dois volumes, como no original. Em dezembro de 2007, com 80 páginas roteirizadas, 15 arte-finalizadas, 6 coloridas, 40 esboçadas, os editores pediram que eu reduzisse para 80 páginas. Eram questões de custo final e perfil editorial. Apertei as primeiras 40 para coincidirem com a metade do livro e refiz o roteiro das outras 40. Levei até janeiro de 2008 para finalizar os desenhos com nanquim e escrever os diálogos. Claudia e Thais, minha mulher e filha ajudavam a apagar o grafite das páginas para eu poder xerocar e pintar com aquarela. Tudo isso era digitalizado. As páginas p/b eu postava no blog as coloridas, em alta resolução, eu apagava os balões, retocava e guardava para digitar os textos definitivos. Em fevereiro de 2008 me enviaram o texto revisado. Em março fizemos a primeira impressão em p/b já com o texto novo. Terminei de pintar e digitalizar a HQ em 15 de abril de 2008.

No dia 19, estava tudo gravado num DVD, inclusive a capa nova (um close na cara estropiada de Dom Quixote), que acabou mudando pra se diferenciar da série Literatura Brasileira em Quadrinhos. Uma pena, pois eu tinha feito uma versão da capa de Antonio Euzébio para Edição Maravilhosa da Ebal.”

 

Durante esse tempo todo, fiz pausas para pesquisas e minha produção normal: Charges para Sindicatos (Sinergia, Sindipetro, Sindiquim); Quadrinhos para revistas (Front, Quadrinhópole, Câmara de Itatiba, Fundacentro); ilustrações (Rigesa, Caterpillar, Unimed); caricaturas para a internet, atualizações de fotologs e ainda buscar a filha na escola, levar no caratê, etc.

Só no D. Quixote, gastei uma caixa de aquarela Sakura, uns 8 litros de água (pra aquarela, não pra beber), 3 canetas pretas (artist pen) Pitt Faber Castell, 12 canetas descartáveis de nanquim UniPin japonesas, 0.3, 0.5 e 0.8 mm, 5 canetas de retroprojetor, 10 caixinhas de grafite 2B, 0.7mm, pentel, 4 canetas pretas ponta porosa Faber Castell (ótimas), 3 marcadores de retroprojetor pretos da Pilot, 4 borrachas TK-Plast grandes (alguém fez uma denúncia sobre a caixinha verde que era tóxica, mas continua sendo a melhor borracha pra apagar lápis que já usei), 180 páginas de papel Chamex Super, A4, 90 cópias xerográficas, em algumas épocas cheguei a trabalhar 18 horas, num dia, sem parar.

Quando arte-finalizava, cheguei a fazer 5 páginas por dia no nanquim. Isso me dava dor na parte de cima do braço, a conhecida tendinite. De 1 em 1 hora eu levantava e alongava os braços e costas”.

 

2 comentários sobre “Literatura: Lançamento do Álbum Dom Quixote de Bira Dantas, na Livraria HQ Mix.

Os comentários estão desativados.