Artigo: Alfabetização em Quadrinhos

Por *Mauro Cesar Bandeira

O sistema educacional brasileiro precisa criar um sistema de aprendizagem mais moderno e inclusivo. Por isso, a utilização das histórias em quadrinhos pode ser considerada também como meio de educação de adultos que estão sendo alfabetizados.

O uso da imagem associada ao texto pode facilitar e muito o aprendizado por que as pessoas não precisam saber ler para entender o que um desenho quer dizer, e ao mesmo tempo elas começam a querer aprender a ler. A educação no Brasil ainda é um privilégio de poucos, e as nações emergentes como a Coréia do Sul, Israel e o Chile estão investindo muito em educação e já estão tendo retorno, porque esses paises estão em constante desenvolvimento tecnológico.

O Brasil não pode perder essa chance de tornar um país com altas taxas educacionais, e precisará do apoio de todos os recursos didáticos disponíveis, temos que utilizar mais os meios de comunicação e as diversas linguagens, principalmente as histórias em quadrinhos como meio de alfabetizar a população. A linguagem dos quadrinhos como meio de expressão dos alunos no processo educacional ainda é muito pouco utilizado esta poderia ser uma forma de se trabalhar a escrita das crianças que estão aprendendo não só a ler, mas também a escrever.

Os quadrinhos podem ajudar na percepção de idéias com isso melhorando a compreensão, uma idéia posta no papel pode ser desenvolvida não apenas com a escrita, mas também com sequencias de imagens. As histórias em quadrinhos são um meio muito eficiente de propagação de idéias e existe uma quantidade muito grande de estilos que poderiam ser utilizados na alfabetização.

*Mauro Cesar Bandeira é professor, formado em Artes Plásticas, Habilitação em Licenciatura, do Departamento de Artes Visuais do Instituto de Artes da Universidade de Brasília.