Artigo: O aparecimento dos quadrinistas desconhecidos

Por *Mauro Cesar Bandeira

Ainda temos poucos autores de quadrinhos que surgiram no ano de 2009 por que a mídia só fala de quem ganhou prêmios ou se destacou no exterior, vêem os quadrinhos apenas como uma ferramenta comercial.

Sem duvida os quadrinhos têm que ser vendidos e apreciados por consumidores e gerar renda para as editoras, esse é o vinculo mais forte que sustenta a produção de quadrinhos e só os quadrinistas considerados excepcionais tem espaço garantido e vivem apenas de sua arte.

A revolução que tem que acontecer é o surgimento de uma quantidade maior de novos quadrinistas e estes começarem a publicar seus trabalhos com regularidade, tenho certa impressão que existem quadrinistas que não são reconhecidos por que ninguém viu e nada foi publicado sobre seus desenhos ou roteiros isso quer dizer que não temos uma totalidade de quadrinistas tendo exposto suas histórias em quadrinhos para um numero maior de leitores.

Será que conhecemos todos os desenhistas de quadrinhos do Brasil possivelmente não, devido estes artistas anônimos não serem conhecidos o que de certa forma é uma força a menos no resgate e reconhecimento do quadrinho nacional.

Temos que fazer maiores pesquisas e colocar mais visível o trabalho desses grandes profissionais que hoje estão desconhecidos e apoiar a sua arte para que Tanto o Brasil tanto esses quadrinistas sejam consagrados no mundo dos quadrinhos.

*Mauro Cesar Bandeira é professor, formado em Artes Plásticas, Habilitação em Licenciatura, do Departamento de Artes Visuais do Instituto de Artes da Universidade de Brasília.

2 comentários sobre “Artigo: O aparecimento dos quadrinistas desconhecidos

  1. Concordo professor. Alguns artistas nacionais estão vivendo de prêmio agora… as vezes o cara não é assim tão bom, mas acaba sendo considerado um dos grandes só por isso. Premiações as vezes não querem dizer nada.
    É legal q se faça uma pesquisa na internet sobre webcomics. Tem muita coisa boa por aí.

    Curtir

  2. Olá sou webdesigner e também desenho quadrinhos,tenho um personagem que estava “engavetado”
    a uns 4 anos e agora estou querendo divulgar. É o Guardião Brasilerio, ainda não tenho uma história pronta dele, mas pretendo fazer. Realmente os quadrinistas anônimos não estão tendo espaço para divulgar suas artes, existe ainda um monopólio internacional de hqs que precisa ser quebrado. Mas isso só irá acontecer com muito trabalho e tempo. Gostaria que as crianças do Brasil ainda vissem a industria da hq nacional a todo o vapôr. Será que isso é uma utopia?

    Curtir

Os comentários estão desativados.