Oficina de Quadrinhos de Ceilândia pede material de desenho

Sem recursos para a aquisição de material de desenho (papel, lápis, gibis, réguas e canetas), a Oficina de Quadrinhos de Ceilândia está aberta para o recebimento de doações. O curso é gratuito e possui atualmente 60 alunos – a maioria da própria comunidade – e ensina técnicas de produção de histórias em quadrinhos (HQs), bem como roteiro, diagramação, desenho, argumento, estrutura e letramento.

Segundo o criador do projeto, Mauro César Bandeiras, o material doado pela Biblioteca de Ceilândia – durante a criação da Oficina, no segundo semestre de 2008 – já está danificado e faltam até folhas de papel. Quem quiser ajudar é só aparecer aos sábados das 8h às 12h na Biblioteca Pública de Ceilândia Carlos Drummond de Andrade.

A Oficina de Quadrinhos foi criada a partir do trabalho de conclusão de curso de Mauro César Bandeiras, formado em Artes Plásticas pela Universidade de Brasília (UnB). A monografia tratava do uso das histórias em quadrinhos na educação formal. As aulas em Ceilândia têm a duração de seis meses e são abertas a todas as idades. No final, o aluno recebe um certificado de aprendizagem.

* A oficina funciona na Biblioteca Pública de Ceilândia Carlos Drummond de Andrade.

  Endereço: QNN 13 lote B Área Especial – Centro Cultural, ao lado da estação de metrô. Telefone: (61) 3901-1360.
 Fonte: http://www.dzai.com.br