Artigo: “O Renascimento da arte seqüencial no DF”

Por *Mauro Cesar Bandeira

O Distrito Federal hoje precisa de um despertar e de uma nova missão para o Brasil não é a toa que estamos no centro de um continente chamado américa do sul, Brasília é o ponteiro que vai indicar o rumo não apenas do Brasil mas de toda América do sul, o que faremos aqui nesse pequeno quadrado chamado Distrito Federal vai influenciar todo o continente, por isso devemos fazer o melhor, não estamos fazendo oficinas de quadrinhos para continuarmos vitimas desse sistema opressor, estamos sim nos libertando da cultura de massa sufocante e alienadora.
Somos mais do que expectadores, seremos atores e lideres nesse novo processo cultural, o mundo espera da gente soluções e mais projetos sociais, não iremos nos contentar apenas com uma vitória, formaremos lideres dessa nova geração de artistas vencedores e não mais esperaremos que a sociedade reconheça a nossa arte, faremos o que os políticos não fazem, vamos salvar os nossos jovens com a arte seqüencial, libertaremos dos vícios, da pobreza e da ignorância.

o nosso tempo chegou vai ser agora, essa monografia vai revolucionar a história da arte no Distrito Federal por que seremos lideres na produção das histórias em quadrinhos esse vai ser chamado “O Renascimento da arte seqüencial no DF” nunca houve essa época de ouro que vai surgir agora daqui para frente, as cidades satélites com núcleos de produção de histórias em quadrinhos e pessoas perguntando onde é que tem essas aulas e interessadas em ler essas historias do DF.

Nos núcleos de produção de HQs terão varias mesas para os alunos das comunidades fazerem suas historinhas, e também terá uma gibiteca, onde as pessoas poderão fazer suas doações de gibis e revistas, também trabalharemos com jornais usados onde serão recortados as tirinhas e cartuns para colarem no portfólio.

Nas oficinas de quadrinhos será um espaço de cultura e de lazer, toda vizinhança poderá usá-la não apenas para ler gibis mais também para ler livros, jornais e revistas, e também servirá como biblioteca comunitária que toda quadra do DF terá uma.

Vamos melhorar a educação do DF através dessas oficinas de quadrinhos, por que nesses espaços também terão aulas de alfabetização de adultos, para com isso melhorar as condições de vida dessas pessoas humildes, O DF será daqui dez anos um exemplo de educação e cultura, talvez tenha um nível educacional semelhante à Finlândia, o pais que tem a melhor educação do mundo tudo isso através das oficinas de quadrinhos.

Até mesmo tentaremos confeccionar revistas em quadrinhos para aprender novos idiomas, vamos utilizar diversas técnicas para ensinar todo tipo de conhecimento através dos hqs, até mesmo assuntos de provas para concursos vamos criar novos métodos para as pessoas aprenderem melhor a gramática, matemática, direito etc.

As oficinas de quadrinhos tirará muitas pessoas do desemprego, das ruas, da mendigagem e da prostituição, até mesmo os evangélicos vão querer contar os seus testemunhos através das histórias em quadrinhos muitas igrejas e instituições vão querer contratar nossos serviços de quadrinização.

A semente será lançada agora vamos tentar implantar pelo menos uma oficina de quadrinhos em cada cidade do DF para polarizar os desenhistas e com isso aumentando o numero de alunos quem sabe até ensinado historia da arte para eles passarem no vestibular, esse projeto visa dar emprego par todos os artistas do distrito federal e entorno ele vai dar o apoio necessário para todos, coisa que o governo não se preocupa, mas essa atitude não é rebeldia e sim um projeto determinado a sanar todos os problemas que irão aparecer daqui para frente.

*Mauro Cesar Bandeira é professor, formado em Artes Plásticas, Habilitação em Licenciatura, do Departamento de Artes Visuais do Instituto de Artes da Universidade de Brasília.

2 comentários sobre “Artigo: “O Renascimento da arte seqüencial no DF”

Os comentários estão desativados.