Estatuto do Torcedor em Quadrinhos

Segundo informações divulgadas pelo Ministério do Esporte domingo (10.07 ontem), 2.000 cartilhas em quadrinhos do Estatuto do Torcedor, foram distribuídas na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, Minas Gerais.

A distribuição aconteceu no clássico entre Atlético-MG e América-MG, pelo Campeonato Brasileiro. Os ex-jogadores Reinaldo e Amarelinho foram convidados a fazer a entrega simbólica da cartilha.

A cartilha em quadrinhos foi criada para orientar o torcedor, de forma leve e criativa, sobre os direitos e deveres de quem frequenta os estádios de futebol. Com dez páginas, ela foi desenvolvida pelo Ministério do Esporte em parceria com uma comissão de promotores do Conselho Nacional dos Procuradores-Gerais.

Segurança
As mudanças na Lei 10.671/2003, que dispõe sobre o Estatuto de Defesa do Torcedor, estabeleceram uma série de medidas para garantir a segurança e o conforto dos torcedores nos estádios, como exigência de laudos técnicos de segurança e de higiene, monitoramento de imagens nas arenas com capacidade de público superior a dez mil pessoas e punição para atos de violência.

O novo Estatuto do Torcedor determina ainda que as torcidas organizadas mantenham cadastro atualizado de todos os seus associados, além de criminalizar a prática do cambismo e a manipulação dos resultados dos jogos.

O Programa Torcida Legal é um conjunto de iniciativas para tentar coibir atos de violência nas arenas e conta com o apoio do Ministério Público. O Governo Federal quer atrair aos jogos os torcedores que buscam momentos de diversão e lazer junto com a família. Para isso, é necessário investir na formação e na conscientização desse público.

Serviço:
Contato:  Lísia Gusmão – Ascom – Ministério do Esporte
Telefone:  (61) 8458-9296

Anúncios