Filme “Febre do Rato” é o grande vencedor do Festival de Paulínia

O filme “Febre do Rato“, de Claudio Assis, foi o grande vencedor do Festival de Cinema de Paulínia deste ano. Ele levou oito prêmios, incluindo o prêmio de melhor filme de ficção do ano e melhor longa de ficção pelo júri da crítica.

O longa foi também premiado nas categorias melhor ator para Irandhyr Santos, melhor atriz para Nanda Costa, melhor fotografia, melhor montagem, melhor direção de arte, melhor trilha sonora.

Dirigido e produzido por Assis, de “Amarelo Manga” (2002) e “Baixio das Bestas” (2006), “Febre do Rato” acompanha Zizo, um poeta anarquista responsável pela publicação do fanzine que dá nome ao filme.

“O Palhaço”, segundo trabalho de Selton Mello, conquistou quatro prêmios incluindo o de melhor direção em ficção, melhor roteiro e melhor ator coadjuvante para Moarcir Franco.

Os prêmios foram anunciados por Marina Person e Rubens Ewald Filho na noite desta quinta-feira. O encerramento teve ainda a exibição do filme “Assalto ao Banco Central“.

Confira abaixo a lista completa de premiados:

Filmes de Longa Metragem
Melhor Filme Ficção: “Febre do Rato”, Claudio Assis (R$ 250 mil)
Melhor Documentário: “Rock Brasilia – era de ouro”, Vladimir Carvalho (R$ 100 mil)
Melhor Diretor Ficção: Selton Mello – “O Palhaço” (R$ 35 mil)
Melhor Diretor Documentário: Maíra Buhler e Matias Mariani – “Ela Sonhou Que eu Morri” (R$ 35 mil)
Melhor Ator: Irandhyr Santos – “Febre do Rato” (R$ 30 mil)
Melhor Atriz: Nanda Costa – “Febre do Rato” (R$ 30 mil)
Melhor Ator Coadjuvante: Moarcir Franco – “O Palhaço” (R$ 15 mil)
Melhor Atriz Coadjuvante: Maria Pujalte – “Onde Está a Felicidade?” (R$ 15 mil)
Melhor Roteiro: Selton Mello e Marcelo Vindicatto – “O Palhaço” (R$ 15 mil)
Melhor Fotografia: Walter Carvalho – “Febre do Rato” (R$ 15 mil)
Melhor Montagem: Karen Harley – “Febre do Rato” (R$ 15 mil)
Melhor Som: “Trabalhar Cansa” – Gabriela Cunha, Daniel Turini e Fernando Henna (R$ 15 mil)
Melhor Direção de Arte: Renata Pinheiro – “Febre do Rato” (R$ 15 mil)
Melhor Trilha Sonora: Jorge Du Peixe – “Febre do Rato” (R$ 15 mil)
Melhor Figurino: Kika Lopes – “O Palhaço” (R$ 15 mil)
Especial do Júri: “Trabalhar Cansa” (R$ 35 mil)
Curtas Regionais
Melhor Filme: Diego Costa, “Argentino” (R$ 25 mil)
Melhor Direção: Diego Costa, “Argentino” (R$ 15 mil)
Melhor Roteiro: Cauê Nunes e Maurício de Almeida, “3 x 4” (R$ 10 mil)
 
Curtas Nacionais
Melhor Filme: Carlos Nader, “Tela” (R$ 25 mil)
Melhor Direção: Gabriela Amaral Almeida, “Primavera” (R$ 15 mil)
Melhor Roteiro: Gustavo Suzuki, “O Pai Daquele Menino” (R$ 10 mil)
Júri Popular
Melhor Longa Ficção: Carlos Alberto Riccelli, “Onde Está a Felicidade?” (R$ 25 mil)
Melhor Documentário: Damià Puig, “A Margem do Xingu – Vozes Não Consideradas” (R$ 15 mil)
Melhor Curta Nacional: Thiago Luciano, “Café Turco” (R$ 5 mil)
Melhor Curta Regional: Diego Costa, “Argentino” (R$ 5 mil)
Júri da Crítica
Melhor Longa Ficção: Claudio Assis, “Febre do Rato”
Melhor Documentário: Lucia Murat, “Uma Longa Viagem”
Melhor Curta Nacional: Carlos Nader, “Tela”
 
Visto em http://www.jornalfloripa.com.br/