Júri do 40º Salão de Humor avalia recorde de 4.180 obras inscritas

Eduardo Grosso, diretor do Centro de Humor foto Rodrigo Alves

Eduardo Grosso, diretor do Centro de Humor foto Rodrigo Alves

Com recorde de inscrições, o 40º Salão Internacional de Humor de Piracicaba dará mais trabalho ao júri de seleção, que se reúne no Bristol Center Flat neste final de semana (3 e 4 de agosto) para avaliar as 4.180 obras de 966 artistas gráficos de 64 países. Aproximadamente 10% dos cartuns, charges, caricaturas e histórias em quadrinhos enviados devem compor a mostra principal do evento, que será aberta em 24 de agosto, quando também acontece o anúncio dos premiados.

Em 2012, o Salão realizou a maior mostra da história, com 436 obras, selecionadas entre 3.442 inscritas por 845 artistas de 64 países. “O número de peças na exposição é determinado pelo espaço físico do Armazém 14 do Engenho Central e os suportes que recebem os trabalhos. Nos últimos três anos, procuramos alternativas que resultaram no aumento do espaço expositivo, o que possibilitou mais desenhos. Assim, provavelmente chegamos próximo do limite adequado”, esclarece o cartunista Edu Grosso, diretor do CEDHU Piracicaba (Centro Nacional de Humor Gráfico), órgão responsável pelo Salão.

O júri de seleção é composto pelos cartunistas Pryscila Vieira, Natália Forcat, Gilmar, Lucas Leibholz e Paulo Branco, o ilustrador Rafael de Latorre e o professor universitário Celso Figueiredo Neto (veja currículo abaixo). Eles vão analisar a qualidade técnica das obras e a eficiência na transmissão da mensagem presente em caricaturas, charges, tiras/HQ e cartuns, tudo isso somado à proposta principal do Salão de Humor: provocar o riso.

PREMIAÇÃO – Após a análise do júri de seleção, o CEDHU recebe, em 17 de agosto, os membros da comissão de premiação, que percorrem a mostra para extrair os primeiros lugares em cada categoria, além de ter autonomia para conceder menções honrosas.

A melhor obra nas categorias cartum, caricatura, charge e tiras/HQ recebe R$ 5 mil. O mesmo valor é entregue ao Prêmio Temático Futebol e ao Prêmio Júri Popular Alceu Marozi Righetto (com votação pela internet). O melhor trabalho entre os premiados conquista o Grande Prêmio Salão de Humor de Piracicaba – Zélio de Ouro (R$ 10 mil). As obras em Caricatura concorrem ao Prêmio Aquisitivo Câmara de Piracicaba (R$ 3.131,11). Há também o Prêmio Unimed Saúde (R$ 3 mil).

A comissão de seleção é composta por dois membros da Feco (Federação das Organizações dos Cartunistas): o português Carlos Brito e a argentina radicada na Alemanha Marlene Pohle. Há ainda a participação do português Antônio Moreira Antunes e os brasileiros Luciano Magno, Roberto Negreiros Faria Junior, Ciça Alves Pinto e Zélio Alves Pinto, que esteve no júri do Salão em 1974 e incentivou a realização do primeiro Salão.

O Salão Internacional de Humor de Piracicaba surgiu em plena ditadura militar da iniciativa corajosa de piracicabanos, apoiados por Millôr Fernandes, Jaguar, Fortuna, Henfil, Ziraldo, Zélio e Paulo Francis, à época responsáveis pelo irreverente jornal “O Pasquim”. Hoje é considerado hoje um dos maiores e mais tradicionais eventos do gênero no mundo.

Realizado pela Prefeitura de Piracicaba, por meio da Secretaria da Ação Cultural (Semac) e pelo CEDHU Piracicaba, o Salão de Humor abre a mostra oficial em 24 de agosto, no Engenho Central. A exposição pode ser vista até 20 de outubro.

Comissão de seleção

– Pryscila Vieira Autora da HQ Amely, publicada na Folha de S. Paulo. Venceu três edições do Salão Universitário de Humor de Piracicaba. Atuou na Gazeta do Povo (PR) e ilustrou vinhetas animadas na Rede Globo.

– Natália Forcat Argentina radicada no Brasil. Atuou na Revista da Folha de S. Paulo, Caros Amigos, Playboy e Isto É Minas. Teve cartuns selecionados em vários salões, como Piracicaba, Pernambuco e Irã.

– Gilmar Machado Barbosa – Autor de cinco livros de quadrinhos, vencedor do Prêmio HQ Mix 2012 de melhor cartunista brasileiro e do Prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos.

– Lucas Leibholz – Formado em design gráfico, conquistou prêmios por suas caricaturas em vários salões de humor, entre eles Piracicaba, Caratinga, Ribeirão Preto e Irã.

– Celso Figueiredo Neto – Doutor em comunicação e semiótica, professor da Mackenzie, FAAP, Insper e Trevisan. Publicou os livros Redação Publicitária: Sedução pela Palavra, A Última Impressão é a que Fica e Turbine seu Negócio.

– Paulo Blanco – Cartunista, artista plástico e professor de desenho e pintura com 30 anos de carreira. Ilustrou para as revistas Playboy, Bundas, Pasquim, Gráfica Ilustrada e Diário do Povo de Campinas.

– Rafael de Latorre – Desenhou a HQ Fade Out: Suicídio sem Dor, lançada em 2012, e a HQ The Lost Kids: Seeking Samarkand, com lançamento nos EUA e Brasil ainda este ano.

SERVIÇO – Seleção dos trabalhos do 40º Salão Internacional de Humor de Piracicaba, 3 e 4 de agosto, no  Bristol Center Flat (rua José Pinto de Almeida, 877). Abertura: 24 de agosto. Visitas: até 20 de outubro, no Engenho Central. Informações (19) 3403-2615 ou www.salaodehumor.piracicaba.sp.gov.br