Resenha: Qico #1– Quadrinistas Independentes do Centro Oeste

Capa QicoCom 40 páginas, capa colorida, miolo em tons de cinza, e ao preço de R$:7,00  foi lançada em 2013 a Revista Qico – Quadrinistas Independentes do Centro Oeste.

A edição reúne HQs dos artistas, Heluiza Bragança, Cátia Ana, Daniel Costa, Sólon Maia, Verônica Saiki e Vivianne Fair.

Qico se sobressai entre as melhores hqs de 2013 que tive o prazer de conferir, é um material lançado de forma independente, uma união financeira por parte dos artistas envolvidos, porém com organização bem profissional de Verônica Saiki e Cátia Ana.

A Edição traz cinco produções, “As Seis” de Cátia Ana e Heluiza Bragança, “Lupus” uma hq do herói e investigador “RBoy” do Daniel Costa, “Meus Nervos” de Solon Maia, “Aonde quer que eu vá…” de Veronica Saiki, com o personagem Verdugo e fechando a edição temos o curioso relacionamento da Caçadora Jessi e o vampiro Zack, da autora Vivianne Fair.

Michelle Ramos e a QicoQico foi uma das edições que eu posso dizer que gostei de todas as hqs, mesmo aquelas que apresentam um ponto de vista diferente do meu, acredito que a beleza da edição também esta nesse detalhe, mostrar as diferentes facetas dos artistas do Centro Oeste, e sua criatividade constante na arte de fazer historias em Quadrinhos.

O ponto alto da edição fica por conta dos trabalhos de Verônica Saiki, Cátia Ana e Heluiza Bragança, pois retratam uma experiência na arte de fazer e escrever historias, além da qualidade encontrada nas outras hqs, que como eu disse também gostei, mas deixam aquela sensação que a gente precisa conhecer mais os personagens e ler mais as historias para conhecer o terreno que estamos caminhando, e acredite apesar de ainda desconhecido esse caminho é muito interessante, justamente por serem personagens com hqs em produção fixa na internet, livros e afins.Michelle Ramos e a Qico

Creio que a Qico tem muito a mostrar e não é a toa que vários artistas já estão procurando uma brecha para participar das próximas edições, a segunda já sairá agora em 2014, a publicação provavelmente será anual.

Registro aqui meus parabéns a todos os envolvidos nesta edição. Desejo vida longa a Qico!

  • Em tempo! Assista no Canal ZB minha opinião sobre a Revista Qico clicando aqui!

qico interna

qico interna

qico interna

 qico interna

Anúncios

Um comentário sobre “Resenha: Qico #1– Quadrinistas Independentes do Centro Oeste

  1. Pingback: Neorama dos Quadrinhos 996, de Marko Ajdarić, | Neorama2's Blog

Os comentários estão desativados.