Fanzines voltam a circular em SP retratando pessoas e comportamentos curiosos

zinesUm tipo de publicação que fez sucesso na década de 1990 parece voltar a encontrar público e criadores no novo século. Nas últimas semanas, tem se multiplicado em São Paulo (SP) o número de encontros entre quem faz e quem aprecia a arte das fanzines.
Segundo uma reportagem da Folha de S. Paulo, só no último final de semana, ao menos uma loja de discos e dois centros culturais promoveram eventos sobre essas publicações na cidade. Entre os mais diversos títulos, um tema recorrente são curiosidades da capital paulista.
O jornalista Flávio Seixlack, com a produtora Clara Canepa, selecionaram registros fotográficos de alguns de seus restaurantes favoritos do bairro paulistano da Liberdade. O resultado foi retratado na fanzine “Irasshaimase” (ou “seja bem-vindo”, na saudação em japonês). As 40 primeiras cópias do livreto foram todas vendidas, a R$ 15 cada uma, durante a Feira Plana, evento realizado pelo Museu da Imagem e do Som (MIS) em março.
Além deles, trabalhos do ilustrador mineiro Rodrigo Terra sobre o comportamento da sociedade moderna (“Tempos Modernos”) e retratos de situações típicas no transporte público paulistano (“Bustyle”), do analista de internet Denis Fujito, são algumas das outras fanzines que recuperam o mercado. As publicações podem ser adquiridas pelo site Bazar Zumbi, pelo Kaput Livros e pela página no Facebook Pingando-Prés.
Visto no Portal Imprensa.

:: SIGA o Zine Brasil no Facebook, no Twitter e no You Tube!

:: Canal Zine Brasil – Inscreva-se!
http://www.youtube.com/user/zinebrasil


Anúncios