Monica Souza comenta a atual proibição da publicidade dirigida a crianças

Em entrevista ao site O Globo, a Mônica de Sousa, filha do Mauricio de Souza pede um debate mais racional sobre publicidade dirigida a crianças.

Em entrevista cedida ao jornalista Thiago Herdy, Monica Souza fala sobre a atual resolução do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente que considera abusiva publicidade infantil.

monica Souza

Mônica observa que a lei “É muito radical… Podemos trabalhar em conjunto com as instituições para chegar a um denominador comum. A sociedade está consumindo mais, a doença do século é a obesidade, mas isso tem que ser trabalhado com educação, não proibição”.

Questionada se a proibição não seria o melhor para proteger a criança; Monica responde:Se você proíbe uma criança de ver alguma coisa, a está deixando mais alienada. Ela tem que crescer e saber discernir entre certo e errado. A família tem que passar isso. É simplista proibir comerciais de televisão e personagens. Isso vem de uma sociedade que está com problema emocional. Pais e mães estão substituindo o convívio por dar presentes. Isso não é culpa da publicidade, e sim dessa sociedade, que está carente dessa relação”.

Ela ainda afirma que a publicidade infantil garante programas infantis na TV: “Sim. Refrigerante não anuncia mais para criança. Mas os comerciais dele são vistos por elas. Esse tipo de resolução é tapar o sol com a peneira. Não vai melhorar o que está acontecendo, o fato, que é a obesidade. Três fatores fazem a criança comer demais: genético, emocional e exemplo da família. Colocar o governo para proibir qualquer publicidade é muito fácil. Educar é que é mais difícil”.

Acredito que muito do que a Monica disse é verdadeiro, cabe a nós pais, saber dizer não aos filhos, pois obviamente não se pode, e nem se deve fazer todos os gostos das crianças, porém é claro que da outra parte também estava existindo um certo abuso comercial, mostrando que cabe sim um dialogo visando respeitar os direitos das crianças e ainda não prejudicar de alguma forma os personagens e projetos da área infantil.

A entrevista que infelizmente é até curta, pode ser lida completa clicando aqui.

Anúncios

Um comentário sobre “Monica Souza comenta a atual proibição da publicidade dirigida a crianças

  1. “Se você proíbe uma criança de ver alguma coisa, a está deixando mais alienada. Ela tem que crescer e saber discernir entre certo e errado. A família tem que passar isso. É simplista proibir comerciais de televisão e personagens.” Estes mesmos argumentos poderiam ser usados em prol do tráfico de drogas. Ou da pornografia. Simplista é a mentalidade desta senhora, pensando apenas no que está deixando de faturar. 😛

    Curtir

Os comentários estão desativados.