Gibis estimulam alunos de Cmei a tomar gosto pela leitura

https://i0.wp.com/i124.photobucket.com/albums/p9/zine_brasil/zine_brasil001/anuncio-CanalZB-2015.jpgEntre os exemplos de aplicação, estão a análise de textos e ampliação do vocabulário. Com isso, o jovem leitor passa a se familiarizar com os momentos decisivos

Gibiteca no CMEI Valdivia da Penha Antunes RodriguesJá foi o tempo em que as revistas em quadrinhos eram proibidas em sala de aula. Agora, os gibis ganharam significado pedagógico e são uma excelente opção para incentivar a leitura entre aqueles que estão entrando no mundo das letras. A começar pelos personagens que, por si só, são atraentes para a garotada.

Assim, os alunos e professores dos 49 Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis) comemoram a chegada das “Gibitecas Turma da Mônica”, recentemente adquiridas pela Secretaria Municipal de Educação (Seme).

“As histórias em quadrinhos ou gibis são revistas que unem o texto à imagem, criando uma sequência de quadros que acompanham o desenvolvimento do texto. Podem ser utilizadas como um dos recursos para a aquisição da linguagem escrita e da leitura nas crianças atendidas na educação infantil, constituindo-se em vivências prazerosas no desenvolvimento curricular”, disse a secretária municipal de Educação, Adriana Sperandio.

Aprender brincando

“Além de incentivar o hábito da leitura, a união da linguagem gráfica com a escrita ainda ajuda na assimilação de temas diversos, aumentando a capacidade de análise, interpretação e reflexão das crianças”, argumentou a gerente de Educação Infantil da Seme, Ana Paula Holzmeister.

Entre os exemplos de aplicação, estão a análise de textos e ampliação do vocabulário. Com isso, o jovem leitor passa a se familiarizar com os momentos decisivos e personagens que marcaram a história do Brasil e, ainda, recebe informações sobre meio ambiente, mudanças de paisagens e clima.

Literarte

O Cmei Valdívia da Penha Antunes Rodrigues, que fica em Santos Dumont, possui o projeto de leitura “Literarte – Literatura e Arte em Toda Parte” e comemora a chegada da Gibiteca. “O formato favorece a interação e a autonomia entre as crianças, uma vez que elas têm livre acesso à estante”, disse a diretora do Cmei, Patrícia Massaria Loureiro.

Ela completou: “O desafio é garantir às crianças uma aprendizagem significativa, realmente voltada para o desenvolvimento do pensamento crítico e criativo. O objetivo do nosso projeto é fazer com que a leitura seja fonte de descobertas, desperte emoções, estimule a criatividade e incentive a criticidade, com vistas à construção da identidade”.

Gibiteca Turma da Mônica
A série “Saiba mais com a Turma da Mônica” nasceu da intenção de levar educação e cidadania ao ambiente escolar, por meio da leitura descontraída encontrada nas histórias em quadrinhos. A partir dessa proposta, o projeto pretende estimular o aprendizado e o conhecimento dos temas fundamentais, objetivando formação de qualidade e apropriação da informação com o auxílio da linguagem inovadora presente nas histórias em quadrinhos.

Com informações do Folha Vitória.

:: Já Conhece o Canal Zine Brasil no YouTube? Inscreva-se aqui ->> http://youtube.com/zinebrasil :: Aproveita e curta a Página no Facebook!
Anúncios

2 comentários sobre “Gibis estimulam alunos de Cmei a tomar gosto pela leitura

  1. Ótima e oportuna postagem. São muitas as possibilidades didático-pedagógicas dos usos de fanzines e HQs nos processos educacionais.

Os comentários estão desativados.