Exposição “PERERÊ DO BRASIL” é sucesso em Salvador

Há um mês em cartaz, a exposição “Pererê do Brasil”, sobre o personagem icônico de Ziraldo, já acumula o segundo maior público das mostras da CAIXA Cultural Salvador em 2015. Inaugurada em 30 de setembro, a exposição já atraiu 3.171 pessoas, das quais 1.401 crianças e 1.146 adultos, 108 idosos, 199 adolescentes, 310 na abertura da mostra e sete portadores de necessidades especiais.

Grande parte deste sucesso pode ser atribuída ao Programa Gente Arteira, desenvolvido pela CAIXA, que recebe escolas públicas da cidade para atividades de desdobramentos após a visita da exposição.  Segundo Celmar Batista, Gerente da unidade, mesmo antes da inauguração as escolas já procuravam fazer o agendamento.expo-ziraldo05

Do público total de visitantes em 20 dias, 1.287 foram fruto do agendamento e 1.574 correspondem ao público espontâneo. A procura das escolas para a visita guiada lotou os dois horários regulares de agendamento (09h e 14h) e foi preciso disponibilizar mais outros dois horários extras (11h e 16h), que também estão todos esgotados até dia 29 de novembro, quando termina a exposição.

Uma viagem no tempo

Com projeto inspirado na linguagem dos quadrinhos, a exposição mostra os 55 anos da evolução e desdobramentos do personagem Pererê e sua turma. O acesso ao hall da Galeria dos Arcos foi ambientado como a Mata do Fundão, com imagem da evolução das árvores em lápis, grafite e cor, até chegar à grande imagem que resume a exposição. Sons da mata e um suave perfume de capim limão completam a ambientação, que reúne nas paredes todos os personagens e sua descrição.

A ‘sala das capas’ reúne as 43 capas restauradas da Revista Pererê, editada pelo O Cruzeiro de 1º de outubro de 1960 a abril de 1964, além de 10 capas da revista A Turma do Pererê, que circulou entre julho de 1975 a abril de 1976, pela Editora Abril.  Presente na noite de inauguração, Ziraldo Alves Pinto se emocionou ao ver todo o seu trabalho reunido. “Esta exposição tem que percorrer o Brasil todo. É um registro histórico”, resumiu o autor. Na mesma sala, uma história completa ocupa toda uma parede e uma vitrine guarda desenhos/prancha, artes finais e revistas de época.

Na ‘sala da linha do tempo’, o público pode conferir toda a trajetória deste personagem em diversas mídias, de 1960 até 2015, como TV, teatro, desenhos animados, quadrinhos animados em formato digital, material gráfico de produtos licenciados, publicações de revistas e livros de várias editoras, campanhas publicitárias e cartilhas educativas.

Tanto na parede (reproduções) quanto na vitrine (originais) estão expostos álbum de figurinhas, publicações em jornais, dicionário Aurélio Infantil, LP e compacto, cartilhas, selos comemorativos, cartões telefônicos, livros, publicações de diversas editoras (Primor, Salamandra), box comemorativo dos 50 anos (editora Globo) com três álbuns, e o gibi da exposição “Pererê do Brasil’. Em uma das paredes, Ziraldo, ao final da visita guiada com a primeira escola a visitar a mostra, desenhou o Pererê e deixou um simpático recado para o público baiano com “Aquele abraço”, parafraseando Gilberto Gil.

expo-ziraldo03

Gibis para guardar

No lugar dos catálogos, foram impressas 10 mil gibis no formato comic books, contendo apresentação, ficha técnica da exposição, tiras inéditas, cruzadinhas, caça-palavras, liga-pontos e jogo dos sete erros. Para garantir uma pegada mais contemporânea à mostra, 17 histórias publicadas no Jornal do Brasil nos anos de 1970 foram transformadas em Motion Comics (quadrinhos animados) e são exibidas em um monitor de TV, assim como o documentário “Ziraldo”, de 1976, dirigido por Tarcisio Vidigal, curador da mostra e amigo do autor.

A exposição segue até 29 de novembro, de terça-feira a domingo, das 9h às 18 horas, com entrada franca.

Com informações do Press Release.

Anúncios

Um comentário sobre “Exposição “PERERÊ DO BRASIL” é sucesso em Salvador

Os comentários estão desativados.