Coletânea nacional homenageia quadrinhos clássicos de terror

Os leitores de quadrinhos que já passaram da casa dos 40 certamente se lembram com saudade de revistas como Kripta e Calafrio. Numa época de governo militar e censura no Brasil, ler às escondidas aquelas histórias em preto e branco e papel jornal, recheadas de sangue e sensualidade, assumia um caráter quase transgressor.

revista-3historias-de-terror-capaO quadrinista Flávio Luiz, autor de obras premiadas como Aú, O Capoeirista e o Fantasma do Farol e O Cabra (Troféu HQ Mix de 2015 e 2011, respectivamente), e a roteirista e produtora cultural Lica de Souza uniram seus talentos e memórias para reverenciar os quadrinhos de terror do passado na coletânea 3 Histórias de Terror e Uma Nem Tanto. 

Da mesma forma que nos clássicos dos anos 1970 e 80, os quadrinhos de Flávio e Lica alternam terror explícito e psicológico, verborragia e silêncio, onde personagens incautos sucumbem frente a zumbis, forças da Natureza e aos próprios demônios interiores.

Como o título entrega, o lançamento reúne quatro histórias: três publicadas anteriormente em HQs independentes – “Inocentes” (Imaginários 2), “A Velha Mina” (Máquina Zero 1) e “O Último Cigarro” (Fronteira Livre 1) – e a inédita “Banquete”.

Em comum, todas elas trazem o estilo inconfundível de Flávio Luiz. Fã de mestres como o belga Hergé e o francês Uderzo, seu traço limpo, influenciado pela ligne claire europeia, pode causar estranheza ao leitor acostumado com a arte carregada de pretos e sombras que caracteriza os quadrinhos de terror. Mas não se engane: por trás deste estilo cartunesco escondem-se trevas capazes de gelar o coração.

Os autores

Flávio Luiz e Lica de Souza são casados e residem atualmente na capital paulista. Ele é autor de Aú, O Capoeirista, O Cabra, Jayne Mastodonte e Rota 66. Vencedor por duas vezes do Salão Internacional de Humor de Piracicaba, premiado em diversos salões de Humor no Brasil e no exterior, já foi programador visual, diretor de arte em agências de publicidade, ilustrador do extinto jornal Bahia Hoje e do Correio da Bahia, e ilustrador da agencia África.

Lica é bacharel e Mestre em Filosofia pela Universidade Federal da Bahia, tem longa carreira na publicidade e especializou-se em produção gráfica. Nos últimos 15 anos, atuou em produção cultural de espetáculos teatrais, CDs, shows, livros e exposições.

A obra, lançada pela Papel A2 Texto & Arte, tem 42 páginas, formato Brochura 20 x 26 cm e está custando R$ 30,00.

Sobre as informações do Press Release.

Anúncios