Interface entre game e arte é tema de curso da Unicamp

https://i0.wp.com/i124.photobucket.com/albums/p9/zine_brasil/zine_brasil001/anuncio-CanalZB-2015.jpgEncerram-se neste sábado (20) as inscrições para a primeira turma do curso “A complexidade sensível: Um paralelo entre videogames e arte”, oferecido pela Unicamp através da plataforma de ensino on line Coursera. O objetivo do curso, que é inédito, gratuito e aberto a todos os interessados pelo tema, é discutir os jogos como expressões artísticas e culturais. Os organizadores são o professor Edson do Prado Pfutzenreuter, do Departamento de Artes Visuais do Instituto de Artes (IA), e a sua orientanda de doutorado, Julia Stateri.Interface entre game e arte é tema de curso da Unicamp

De acordo com Julia, a ideia de oferecer o curso partiu das pesquisas que estão sendo desenvolvidas para a sua tese de doutorado. Ela explica que a finalidade não é ensinar os alunos a desenvolver games ou a jogar. “Nosso propósito é promover a reflexão sobre os videogames como ferramentas de criação artística e como elementos constituintes da cultura”. “É um curso essencialmente teórico, mas que pretende criar uma ponte entre a academia e o mercado”, acrescenta Pfutzenreuter.

O curso será composto por videoaulas explanativas, leituras recomendadas, entrevistas com especialistas, exercícios reflexivos e discussões em grupo. “Vamos discutir, entre outros temas, questões como o que é arte e a interface entre arte e tecnologia”, informa Julia. “Além disso, haverá uma atividade de avaliação pelos pares. Os alunos rascunharão um projeto de videogame e o submeterão à apreciação dos colegas. Isso dará oportunidade para que eles reflitam sobre os retornos recebidos”, pontua Pfutzenreuter.img_curso_games_

De acordo com Julia, todo o conteúdo do curso permanece disponível na plataforma Coursera, para que o participante consulte conforme a sua disponibilidade. “Se esse aluno seguir o cronograma sugerido, ele concluirá as atividades em sete semanas. Mas ele pode estender esse prazo, de acordo com a sua necessidade. Ao final, o concluinte terá direito a um certificado emitido conjuntamente pela Unicamp e pelo Coursera. Vale lembrar que o curso é gratuito, mas o custo de emissão do certificado é de US$ 29”, observa.

Tanto Julia quanto o professor Pfutzenreuter destacam a importância da plataforma Coursera para levar o conhecimento a um público mais amplo. “Nem todo conhecimento serve ao ensino a distância. Entretanto, quando ele serve, a experiência tende a ser positiva”, entende o docente. A doutoranda concorda, e revela que já foi aluna de um curso oferecido por uma universidade estrangeira através do Coursera.

Na oportunidade, ela participou de um curso sobre gamificação. “O curso contava com cerca de 60 mil alunos, de todos os lugares do mundo. Para mim, foi uma experiência muito positiva”, diz. As inscrições para a primeira turma do curso “A complexidade sensível: Um paralelo entre videogames e arte” devem ser feitas neste endereço eletrônico. Futuramente, uma nova turma será aberta.

A participação da Unicamp no Coursera teve início em maio de 2015, a partir de um convênio firmado entre a plataforma e a Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários (Preac). Os cursos oferecidos pelos docentes e pesquisadores da Universidade contam com o apoio da Reitoria e com o suporte da Escola de Extensão da Unicamp (Extecamp).

Sobre o Press Release da Unicamp.

Anúncios