Eventos HQ | Gibicon agora se chama Bienal de Quadrinhos de Curitiba

Gibicon agora se chama Bienal de Quadrinhos de Curitiba e terá Laerte e Jaguar em setembro no MuMAA Gibicon agora se chama Bienal de Quadrinhos de Curitiba. Esta foi uma das novidades apresentadas na noite da última segunda-feira (9) durante a cerimônia de lançamento da edição 2016 do evento, na Gibiteca de Curitiba, que acaba de voltar ao seu espaço original.

Com presença do prefeito Gustavo Fruet, do presidente da Fundação Cultural de Curitiba, Marcos Cordiolli, e outras autoridades, a quarta edição do festival de quadrinhos, que acontece no MuMA entre 8 e 11 de setembro, apresentou seus primeiros 31 convidados (veja lista completa abaixo). Entre eles estão Laerte, Jaguar, Quintanilha, Rafael Sica e Benício, que, homenageado da edição, terá uma exposição de seus trabalhos originais.

Os artistas estrangeiros Power Paola (Equador), Rutu Modan (Israel) e Troche (Uruguai) também estão confirmados. Foram anunciadas, ainda, novidades como a feira de HQs, que ocupará um espaço de 1 mil metros quadrados no MuMa, o prêmio Claudio Setto, a Gibikids, espaço destinado às crianças, o Palco Ocupa, o Duelo HQ e a Mostra de Curtas-Metragens.

Projeto aprovado pela Lei Rouanet/MinC, a Bienal de Quadrinhos de Curitiba irá movimentar cerca de 30 mil pessoas e está aberta para a captação de recursos junto a patrocinadores e parcerias com instituições públicas e privadas.

“É uma ampliação do evento. Queremos promover mais trocas com a sociedade, e fazer reflexões a partir dos quadrinhos”, disse Luciana Falcon, uma das produtoras da Bienal. O evento passou também por uma reprogramação visual e está de site novo.

“É um evento que não tem apelo material, mas deixa um legado imaterial excepcional, além de dar protagonismo aos jovens”, afirmou Fruet. “É a cara da cidade, é o perfil de Curitiba. É um evento equivalente à Copa, mas sem potencial construtivo”, completou.

O jornalista e quadrinista Heitor Pitombo, um dos curadores, reafirmou a ampliação da área de atuação da Bienal. “Não entendo a HQ como um nicho limitado. Pode interagir até com política”, disse.

A primeira edição da Gibicon, atual Bienal de Quadrinhos de Curitiba, foi em 2011. Em três convenções, mais de 300 artistas estiveram presentes, entre eles Liberatore (Itália), Kim Jung Gi (Coreia) e David Lloyd (Inglaterra).

:: Bienal de Quadrinhos de Curitiba

Data: de 8 a 11 de setembro

Local: MuMA – Portão Cultural (Av. República Argentina, 3.432)

Artistas confirmados: 

Luiz Gê (São Paulo) – Cia das Letras

Rafael Sica (Pelotas / Porto Alegre) – Cia das Letras

Pedro Franz (Florianópolis)

Mateus Santolouco (Porto Alegre) – Panini

Marcelo D Salete (São Paulo) – Veneta

Quintanilha (Barcelona) – Veneta/Conrad

Rafael Corrêa (Porto Alegre)

Bianca Pinheiro – Nemo

Rogerio Coelho – Msp-Panini/Editora Positivo

Pryscila Vieira

Solda

Lila cruz

Shiko – Mino Editora

Renato Guedes – Msp-Panini

Bruno Azevedo

Sirlanney (Magra de Ruim) – Fortaleza

Marcatti (São Paulo)

Roger Cruz (São Paulo)

Laerte (São Paulo) – Cia das Letras

Andricio de Souza (São Paulo)

João Pinheiro (São Paulo) – Veneta Editora

Lovelove6 (Brasília)

Adão Iturrusgarai (Cordoba) – LPM/Zarabatana

Allan Sieber (RJ) – Mórula

Arnaldo Branco (RJ)

André Dahmer (RJ) – Cia das Letras

Jaguar

Benício

Internacionais:

Power Paola (Equador)

Troche (Uruguai)

Rutu Modan (Israel)

Via Agencia de Noticias de Curitiba.

🌟 Curta o Zine Brasil no Facebook clicando aqui.

🌟Curta o Blog Michelle Ramos no Facebook clicando aqui.

🌟Inscreva-se no Vlog da Michelle Ramos clicando aqui.

🌟Inscreva-se no Canal Zine Brasil clicando aqui.

🌟Siga no Twitter clicando aqui.

🌟Siga no Instagram aqui.

Anúncios