Fausto, de Goethe, é adaptado para os quadrinhos | Lançamento BR

https://i0.wp.com/i124.photobucket.com/albums/p9/zine_brasil/zine_brasil001/anuncio-CanalZB-2015.jpgInício do século 19. No céu, Mefistófeles e Deus fazem uma aposta pela alma de Henrique Fausto, um sábio alemão que tem como maior ambição a obtenção de todos, o conhecimento, motivo pelo qual iniciou estudos sobre a magia. O demônio alega que pode corromper a alma do homem, que se tornou o humano favorito de Deus, e, para prová-lo, se aproxima de Fausto e firma um acordo com ele: todos os desejos de Fausto serão realizados por Mefistófeles e, em troca, o sábio servirá ao senhor do inferno após sua morte. O primeiro pedido de Fausto a Mefistófeles acontece quando conhece e passa a desejar ardentemente a bela Margarida. Fausto quer a moça, mas a tarefa se mostrará de difícil realização para o senhor do submundo, já que Margarida é uma jovem de alma e coração puros. Assim tem início as experiências esotéricas de Fausto e uma trama que reflete a mentalidade do homem moderno, sua busca por tocar o eterno e compreender o universo que o cerca.

A famosa lenda alemã Fausto, imortalizada por Johan Wolfgang von Goethe, influencia até hoje a literatura e todas as outras expressões de arte, por conta de sua originalidade e trama atual.

E claro, uma obra dessa magnitude não poderia deixar de ganhar sua adaptação em Quadrinhos, a edição, lançada oficialmente em Recife durante a Bienal de Pernambuco, foi produzida pelos autores Leonardo Santana (roteiro), Rom Freire  (arte), e Dinei Ribeiro (cores), sendo um lançamento da Editora Peirópolis.

Fausto em quadrinhos faz parte da coleção Clássicos em HQ da Editora Peirópolis, que já conta com os sucessos Dom Quixote, Os LusíadasOdisseiaAuto da Barca do Inferno, dentre outros.

Confira abaixo, algumas imagens internas enviadas pelo roteirista Leonardo Santana.

Leo Santana

O Roteirista pernambucano Leo Santana vive hoje na cidade de Olinda. Começou a publicar seus trabalhos no início do século XXI em diversas revistas independentes. Em 2005, ganhou o 3º Prêmio DB Artes Independentes de Melhor Roteirista. Em 2006, 2007 e 2008 recebeu os troféus de Melhor Roteirista. Ainda em 2007, recebeu também o troféu de Melhor Roteirista no 1º Troféu Alfaiataria de Fanzines. Em 2012, ganhou o prêmio de Melhor Roteirista e de Melhor HQ com o álbum Abraços por R$0,50, desenhado por Laudo, na 12a Feira de HQ. Dentre as séries que criou, destacam-‑se F.D.P., MetrópolesRenegado 3000As novas amazonasAndrômedae Egotrip.

Rom Freire

Nascido no Maranhão no ano de 1973, começou a desenhar desde cedo, inspirado pelas revistas em quadrinhos que trocava nos sebos locais. Integrante do grupo de quadrinistas maranhenses Singular/Plural, em 2009 deixou a publicidade de lado para trabalhar exclusivamente com HQs.  É quadrinista, designer, viciado em cinema e fotografia. Atualmente trabalha para o mercado internacional de quadrinhos.

Dinei Ribeiro

Nascido em Cabo Verde (MG), Dinei mudou-se para São Paulo, onde se formou em publicidade e propaganda pela PUC-SP. Trabalhou em agências de propaganda por dez anos antes de abrir seu estúdio próprio de desenho e ilustração.

Para comprar a edição (formato 20,5 x 27,5 cm, 96 páginas, R$ 45,00) basta ir no site da Editora Periópolis clicando aqui.

——————-

 

anuncio-banca-elshaday

E não deixe de conferir no Canal Zine Brasil, nossa cobertura da Bienal do Livro de Pernambuco, onde destacamos a presença do Fanzineiro Clivson David, o Cartunista Luciano Pedro, o quadrinista Carlos Ruas, e ainda escritora T. J Diniz, entre outros. Veja abaixo a playlist sobre o que vimos na Bienal PE.

► Apoie a Arte Nacional, Inscreva-se no CanalZB!
https://goo.gl/SFAFw0